Palestinos tentam voltar à vida normal durante cessar-fogo na Faixa de Gaza

Enquanto Israel e Hamas negociam a paz, os palestinos de Gaza tentar retomar a vida. Mesmo que entre os escombros, eles até lotaram uma sorveteria na busca por um pouco de normalidade

São Paulo – Israel e Hamas entraram hoje no terceiro dia de cessar-fogo. Do lado israelense, há a intenção de prorrogar a trégua sem pré-condições e sem limite de tempo, mas do lado do grupo palestino há ainda uma certa relutância. 

O grupo afirma que a falta de acordo pode ameaçar a trégua que expira nesta sexta-feira.

Enquanto isso, na Faixa de Gaza, os palestinos tentam recomeçar a vida. 

Os serviços de emergência tentam limpar as ruas e recuperar corpos que ainda estão sob escombros. Ainda sem energia elétrica em muitos lugares, trabalhadores de companhias de eletricidade também se esforçam para restabelecer o fornecimento do serviço.

Nesta quarta-feira, a ONU disse que vai ajudar na reconstrução de Gaza, mas que espera que esta seja a última vez. 

"Será que devemos continuar construindo, destruindo, construindo e destruindo?", questionou o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, em encontro da Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

Segundo a ONU, o conflito já deixou 1.881 mortos, sendo 1.814 palestinos e 67 israelenses.

Veja nas fotos a seguir como está sendo a vida dos palestinos da Faixa de Gaza neste momento de trégua – o maior desde que o conflito começou em 8 de junho.