Palestino é morto após deixar israelense gravemente ferido

A vítima do ataque é um homem israelense de cerca de 40 anos que sofreu ferimentos graves no tronco e foi levado ao hospital

Jerusalém – Um palestino foi morto a tiros nesta segunda-feira por militares após esfaquear e ferir gravemente um israelense nos arredores da Mesquita de Ibrahim em Hebron, informou a Polícia de Israel.

“Um palestino se aproximou do posto de Guarda de Fronteira por volta das 16h locais (12h em Brasília) e começou a se esfaquear um cidadão que ali estava. Os soldados que viram o que estava ocorrendo abriram fogo contra o terrorista de maneira efetiva e o neutralizaram”, afirmou o porta-voz policial, Luba Samri, que acrescentou que a região foi fechada após o incidente.

Fontes do serviço de emergência United Hatzola e a imprensa local confirmaram a morte do agressor.

Segundo a Estrela de Davi Vermelha (equivalente à Cruz Vermelha), a vítima do ataque é um homem israelense de cerca de 40 anos que sofreu ferimentos graves no tronco e foi levado ao hospital Shaarei Zedek de Jerusalém.

Hebron é a única cidade palestina da Cisjordânia com um assentamento judaico em seu templo urbano.