Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Palácio de Buckingham reforça segurança após ataque em Berlim

A partir desta quarta-feira, a circulação de veículos em torno do palácio estará proibida entre as 10h45 e 12h30

As autoridades britânicas fecharão ao tráfego a partir desta quarta-feira o perímetro em torno do Palácio de Buckingham durante a troca da guarda para evitar um atentado como o de Berlim, quando um caminhão foi lançado contra uma multidão.

A cerimônia de troca da guarda na residência londrina da rainha Elizabeth II atrai milhares de turistas.

A partir desta quarta-feira, a circulação de veículos em torno do palácio estará proibida entre as 10h45 e 12h30, uma “precaução necessária” para proteger turistas e militares, informou a polícia em um comunicado.

A troca da guarda ocorre todos os dias de abril a julho e a cada dois dias no resto do ano.

A polícia disse que havia adiantado a aplicação das restrições ao tráfego pelo atentado de segunda-feira com um caminhão contra o mercado de Natal de Berlim, no qual 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas.

A polícia londrina disse dispor, além disso, de “planos detalhados para a proteção de atos públicos durante o período de Natal e Ano Novo”.

Na escala de ameaça terrorista mantida pelas autoridades britânicas, o nível é “severo”, o segundo mais alto, o que significa que é “altamente provável” que ocorra um atentado.

Alex Younger, diretor da agência de espionagem britânica no exterior, MI6, disse em 8 de dezembro que o Reino Unido enfrenta uma ameaça terrorista sem precedentes que não diminuirá até que a guerra civil na Síria termine.

“Não estaremos a salvo das ameaças que emanam deste lugar (Síria) até que a guerra civil acabe”, disse Younger.