Organizações querem fim da demolição de casas palestinas

Um coletivo de 36 organizações de defesa dos direitos humanos pediu a Israel o fim das demolições de casas palestinas nas áreas da Cisjordânia

Jerusalém – Um coletivo de 36 organizações de defesa dos direitos humanos pediu a Israel o fim das demolições de casas palestinas nas áreas da Cisjordânia sob seu controle.

“Desde o reinício do processo de paz em julho, Israel destruiu 207 casas e propriedades palestinas na Cisjordânia ocupada, desabrigando 311 palestinos, dos quais mais da metade eram crianças”, denuncia o coletivo em um comunicado.

“As demolições, em áreas sob controle israelense, expulsaram famílias palestinas de suas comunidades e suas terras, aumentando a pobreza e as necessidades de ajuda humanitária”, afirma o comunicado, antes de destacar que as demolições são contrárias ao direito internacional.

O coletivo ressalta que as demolições “facilitam geralmente a expansão das colônias israelenses ilegais, já que 60% acontecem em comunidades palestinas próximas das colônias”.

As organizações signatárias, incluindo Anistia Internacional, Humans Rights Watch (HWR) e várias associações cristãs, pedem o “fim imediato” das demolições.

No sábado passado foram registrados incidentes em várias cidades israelenses e nos territórios palestinos após manifestações de beduínos e de árabes israelenses contra o confisco de terras palestinas e o deslocamento dos beduínos no deserto de Neguev, sul de Israel.