ONGs pedem à ONU abastecimento universal de água até 2030

Entidades também querem aumento da eficiência no uso da água para agricultura e produção de energia

Estocolmo – Órgãos e instituições ambientais pediram nesta sexta-feira que a Conferência da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável, que ocorrerá no Brasil em junho de 2012, alcance um compromisso para um abastecimento universal de água potável antes de 2030.

Em uma “declaração de Estocolmo”, aprovada antes do encerramento no sábado da Semana da Água, que ocorre na capital sueca, os signatários exigem “um abastecimento universal de água potável, de serviços sanitários adequados e meios energéticos modernos até 2030”.

Também exigem “uma alta de 20%, até 2020, da eficiência do uso da água na agricultura e na produção energética, assim como reciclagem da água”.

Defendendo esses objetivos, Adel Zafar, o presidente da ONU Água, entidade que coordena as agências das Nações Unidas que trabalham sobre a água e a higiene pública, defendeu que a conferência do Rio de Janeiro “tenha como prioridade a propriedade dos 1 bilhão de pessoas que atualmente não têm acesso a esses serviços básicos”.

A declaração foi assinada por organizações e instituições como o Fundo Mundial pela Natureza (WWF), o Instituto Internacional de Gestão da Água e a Wateraid.