One World Trade Center fará homenagem às vítimas de Barcelona

A agulha do edifício, de mais de 125 metros, brilhará esta noite em vermelho e amarelo para homenagear os mortos e feridos no ataque terrorista em La Rambla

Nova York – O edifício One World Trade Center, em Nova York, se iluminará nesta quinta-feira com as cores da bandeira da Espanha, em homenagem às vítimas do atentado terrorista de Barcelona.

O governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, ordenou que a agulha do edifício, de mais de 125 metros, brilhe esta noite em vermelho e amarelo para homenagear os mortos e feridos no ataque, informou seu escritório.

“Em nome de todos os nova-iorquinos, meu coração está com as vítimas do ataque terrorista em Barcelona e com seus entes queridos”, apontou Cuomo em um comunicado.

O dirigente democrata disse que “aqueles que procuram colher os frutos do medo e do ódio nunca triunfarão”, e qualificou de “repugnante” o atentado “covarde e sem sentido”.

“Nova York se solidariza com o povo espanhol, como eles fizeram por nós”, disse Cuomo.

O One World Trade Center, o edifício mais alto da cidade, está localizado ao sul da Ilha de Manhattan, na mesma área onde existiam as Torres Gêmeas até os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

Em resposta ao atentado de Barcelona, Cuomo anunciou nesta quinta que deu ordem para reforçar a segurança em pontos importantes de Nova York, como aeroportos, pontes, túneis e no sistema de transportes.

O Departamento de Polícia de Nova York (NYPD) também aumentou a segurança no entorno do Consulado da Espanha e em outras áreas da cidade.

O atentado ocorreu na tarde desta quinta-feira quando uma van alugada atropelou várias pessoas que passeavam pela área turística de Las Ramblas, deixando 13 mortos e mais de 80 feridos.

A polícia deteve duas pessoas por sua suposta relação com o atentado, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Outro suspeito foi encontrado morto no interior do veículo com o qual atropelou uma agente em um posto controle após o atentado.