Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Obama critica plano de republicanos para derrubar Medicaid

O presidente, que transmite o cargo no próximo dia 20 a Donald Trump, afirmou que a medida prejudica o sistema de saúde norte-americano

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, condenou duramente, nesta sexta-feira, o plano de congressistas do Partido Republicano para derrubar o Medicaid, programa de assistência médica que foi uma das principais vitrines de seu mandato, afirmando esta ser uma estratégia imprudente que coloca em risco o acesso de dezenas de milhões de norte-americanos à serviços de saúde.

O presidente, que transmite o cargo no próximo dia 20 a Donald Trump, afirmou que a medida prejudica o sistema de saúde norte-americano.

A Casa Branca antecipou o texto, que será publicado no New England Journal of Medicine, no site Vox.

“A abordagem de “derrubar primeiro e trocar depois” é simplesmente irresponsável – e pode fazer sangrar lentamente o sistema de saúde do país, de que muitos dependem”, escreveu o democrata.

À medida em que seu fim se encaminha, o governo de Obama vê congressistas republicanos se movendo para desmantelar principais partes da lei de saúde aprovada em 2010 e que expande a cobertura do sistema para cerca de 20 milhões de habitantes.

Esta semana, ele se encontrou com democratas para traçar uma estratégia para salvar o programa.

Na prestigiosa publicação médica, Obama afirmou que a derrubada do Afordable Care Act (ACA), sem colocar algo no lugar de imediato, pode levar seguradoras a não participar do programa.

“Hospitais podem cortar serviços e empregos no curto prazo antecipando a alta de tratamentos não pagos que irá resultar da contração do Medicaid”, afirmou.

O atual presidente pediu que os republicanos expliquem o que pretendem colocar no lugar do ACA antes de derrubá-lo. Fonte: Associated Press.