Obama concede clemência a 78 condenados nos EUA

Até agora, Obama havia concedido menos perdões que qualquer um de seus antecessores desde que o Departamento de Justiça começou a publicar estatísticas

Honolulu – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concedeu clemência para 231 presos federais, incluindo 78 perdões, mais da metade do total de perdões que ele determinou enquanto esteve na presidência, anunciou a Casa Branca nesta segunda-feira.

Até agora, Obama havia concedido menos perdões – 70 – que qualquer um de seus antecessores desde que o Departamento de Justiça começou a publicar estatísticas.

As 78 que ele concedeu nesta segunda-feira incluem condenados por narcotráfico, fraude, posse de armas de fogo e outros delitos. Os perdões vão além das comutações, já que revertem as condenações e restauram as liberdades civis do preso.

Obama também comutou, ou reduziu, as sentenças para 153 indivíduos, em grande medida por crimes relacionados às drogas. Em comunicado, o conselheiro da Casa Branca Neil Eggleston disse que as comutações de Obama “exemplificam a crença dele de que os EUA são uma nação de segundas chances”. Segundo o Eggleston, trata-se do maior número de clemências individuais concedidas em um único dia por qualquer presidente do país.

Obama comutou sentenças de 1.176 indivíduos, entre elas 395 penas de prisão perpétua, disse Eggleston. Fonte: Dow Jones Newswires.