Novos atentados em Bagdá deixam mais 9 mortos

Horas antes, pelo menos 37 pessoas morreram e outras 65 ficaram feridas em um atentado com um carro-bomba

Bagdá – As explosões de duas novas bombas nesta segunda-feira deixaram pelo menos nove feridos nos arredores de dois hospitais em Bagdá, horas depois de um atentado no qual morreram pelo menos 37 pessoas na capital do Iraque, informou à Agência Efe uma fonte da polícia.

Uma das bombas explodiu em frente ao hospital de Al Kindi, no leste de Bagdá, deixando quatro feridos, e a outra explodiu nas proximidades do hospital de Al Shauader, situado no bairro Cidade de Sadr, um subúrbio do leste da capital onde cinco pessoas ficaram feridas.

Horas antes, pelo menos 37 pessoas morreram e outras 65 ficaram feridas em um atentado com um carro-bomba em frente a um mercado Cidade de Sadr, um subúrbio humilde na periferia de Bagdá habitado principalmente por xiitas.

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria deste atentado com o carro-bomba, e afirmou que o mesmo foi cometido por um suicida, segundo um comunicado divulgado pela agência “Amaq”, que é ligada aos jihadistas.

Os atentados aconteceram pouco depois da chegada à capital iraquiana do presidente da França, François Hollande, que tem hoje uma agenda de reuniões com líderes do país árabe e depois deve passar em revista as tropas francesas no norte do país.