Novo secretário-geral da ONU, Guterres pede paz como prioridade

Sem mencionar nenhum conflito em particular, o diplomata português apelou para um cessar-fogo "nos campos de batalha"

Nações Unidas – O novo secretário-geral da ONU, António Guterres, estreou neste domingo à frente da organização internacional com uma chamada pela paz no mundo.

“Hoje, 1º de janeiro, peço a todos que nos tenhamos um mesmo propósito: façamos da paz nossa prioridade”, disse Guterres em sua primeira mensagem como principal responsável das Nações Unidas.

Sem mencionar nenhum conflito em particular, o diplomata português apelou para um cessar-fogo “nos campos de batalha” que passam por negociações “para chegar a soluções políticas“.

“A paz deve ser nosso objetivo”, disse Guterres em mensagem de vídeo gravada em inglês, francês, espanhol e português.

O novo secretário-geral perguntou o que pode fazer a comunidade internacional para ajudar aos milhões de pessoas que vivem “presas em guerras que não parecem ter fim”.

“Dessas guerras ninguém sai vitorioso, todo mundo perde”, lamentou Guterres, denunciando especialmente o impacto que têm na população civil.

O diplomata português criticou os “trilhões de dólares” que são gastos em destruir sociedades já que, acrescentou, “exacerbam” os ciclos de desconfiança e medo que podem se perpetuar durante gerações.

Por isso, insistiu em novo chefe da diplomacia mundial, que a dignidade e a esperança, assim como o progresso e a prosperidade, “dependem da paz”.

“Peço a todos que se comprometam com a paz hoje e todos os dias. Façamos com que 2017 seja um ano para a paz”, concluiu Guterres.