São Paulo – Para reduzir o número de armas ilegais em circulação no Uruguai, o governo do país lançou uma campanha que promete estimular a população a entregar armas de fogo não registradas por decisão própria e ainda promover saúde e conhecimento.

A campanha “Armas por la Vida” vai trocar as armas sem registro entregues por um computador portátil de baixo custo ou uma bicicleta. O computador portátil será o do Plano Ceibal (One Laptop Per Child no país), projeto de distribuição do produto que já existe no Uruguai para promover educação infantil.

O governo reforça que a campanha faz parte de um esforço maior do Uruguai contra a circulação de armas ilegais e campanhas de conscientização e regularização de armas e operações policiais que já vinham acontecendo seguem da mesma forma no país. 

Tópicos: Armas, Uruguai, América Latina, Violência urbana