Kalamazoo, Estados Unidos - Pelo menos sete pessoas morreram após um ataque a tiros no oeste do Estado norte-americano de Michigan. Autoridades locais disseram acreditar que o atirador escolheu as vítimas aleatoriamente.

Um homem de 45 anos foi preso na manhã de domingo (horário local) em Kalamazoo. O chefe do Departamento de Segurança Pública de Kalamazoo, Jeff Hadley, relatou que o suspeito foi identificado como Jason Dalton e não tem antecedentes criminais.

O subxerife do condado de Kalamazoo, Paul Matyas, informou que o ataque começou por volta das 18h de sábado (horário local), do lado de fora de um complexo de apartamentos na parte leste do condado de Kalamazoo, onde uma mulher foi baleada várias vezes e ficou gravemente ferida.

Um pouco mais de quatro horas mais tarde e a cerca de 24 quilômetros de distância, um pai e seu filho foram mortos a tiros enquanto olhavam veículos em uma concessionária de automóveis. Quinze minutos depois disso, cinco pessoas - incluindo uma menina de 14 anos - foram mortas a tiros no estacionamento do restaurante da rede Cracker Barrel. O subxerife descreveu as mortes como "assassinatos aleatórios".

Fonte: Associated Press.

Tópicos: Crime, Estados Unidos, Países ricos