Toronto - Cinco pessoas foram mortas durante um tiroteio em uma escola em uma remota parte de Saskatchewan, no Canadá, nesta sexta-feira, e um suspeito foi preso, disse o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau.

Duas pessoas estão em estado grave depois do tiroteio em La Loche, a 600 quilômetros ao norte da cidade de Saskatoon.

"Obviamente, este é o pior pesadelo de todos os pais", disse Trudeau.

Tiroteios em massa são relativamente raros no Canadá, que tem leis mais rígidas para o controle de armas do que os Estados Unidos. No pior episódio do tipo na história do país, 14 estudantes universitários foram mortos na Ecole Polytechnique, em Montreal, em 1989.

Médicos e enfermeiros adicionais foram enviados para tratar dos pacientes no hospital local, que tem 16 leitos, disse o porta-voz Dale West.

Texto atualizado às 21h52

Tópicos: Canadá, Países ricos, Escolas, Mortes