A tempestade de neve que atinge o Oeste, Centro e Norte do Japão deixou pelo menos oito mortos e mais de 600 feridos, segundo informações das autoridades locais divulgadas hoje (26) pela agência Kyodo.

No último fim de semana e nessa segunda-feira foram registradas nevascas e queda recorde das temperaturas em várias regiões do país, que levaram ao cancelamento de centenas de voos e causaram vários problemas na rede de transportes públicos.

A neve chegou a atingir 152 centímetros de espessura numa localidade na província de Fukushima e 137 centímetros em Hiroshima, fazendo com que a Agência Meteorológica do país emitisse alerta para o risco de avalanches e gelo nas estradas.

Cerca de 100 carros ficaram presos na neve e 110 pessoas tiveram de passar a noite em um trem-bala por não conseguir voltar para casa.

As principais transportadoras aéreas cancelaram centenas de voos nacionais entre as regiões Oeste e Sul do país.

As nevascas atingiram até áreas inusitadas do arquipélago, como a Ilha de Amami, onde não nevava há 115 anos, ou a ilha de Kume, sem neve há 39 anos.

Na província de Hokkaido, a temperatura chegou a 31,8 graus negativos no domingo (24).

Tópicos: Clima, Ásia, Japão, Países ricos, Mortes