Taiwan -- Autoridades de Taiwan encerraram a operação de busca por sobreviventes oito dias após um forte terremoto atingir a região sul de Taiwan, que causou 116 mortes. O governo da cidade de Tainan, onde os danos do terremoto de 6 de fevereiro foram mais severos, decidiu direcionar esforços para a recuperação e restauração de transportes e outros serviços.

No sábado, as autoridades retiraram dezenas de corpos dos escombros, deixando apenas uma pessoa desaparecida.

Todas as fatalidades, com exceção de duas mortes decorrentes do terremoto de magnitude 6,4, ocorreram no colapso do empreendimento Wei-guan Golden Dragon Tower, de 17 andares.

O prefeito de Tainan, William Lai, liderou uma breve cerimônia no sábado à tarde ao lado das ruínas do edifício, curvando-se ao pedir um momento de silêncio pelos mortos, de acordo com o governo da cidade e a imprensa de Taiwan.

A cidade ainda estava tirando sobreviventes dos escombros no início da semana, incluindo uma menina de 8 anos de idade. Ao todo, a prefeitura informou que, além de mortes, 179 pessoas escaparam ou foram resgatados do edifício.

O território de Taiwan fica perto da convergência de duas placas tectônicas e é frequentemente atingido por terremotos. O dano do terremoto de 6 de fevereiro foi tão concentrado em um edifício que imediatamente levantou questões sobre a qualidade de construção do edifício Wei-Guan.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos: Taiwan, Ásia, Terremotos, Desastres naturais