A polícia da Califórnia matou um adolescente de 13 anos que transportava uma arma de ar comprimido que parecia ser um fuzil de assalto, informaram a polícia e a imprensa.

O menino, identificado como Andy Lopez e descrito pelos meios de comunicação como um adolescente muito popular em sua escola, caminhava por uma rua na terça-feira quando oficiais o viram carregando o que parecia ser um rifle.

Os policiais ordenaram que ele abaixasse a arma "e, em algum momento imediato a isso, os oficiais atiraram com suas pistolas e o indivíduo foi atingido várias vezes", segundo um comunicado do gabinete do xerife do condado de Sonoma.

Depois que o local foi isolado, "as autoridades observaram que a arma era uma réplica de um fuzil de assalto", acrescentou.

A imprensa local informou que a vítima era um adolescente de 13 anos. A polícia não confirmou a idade do falecido, mas deu a entender que ele era jovem em uma declaração de condolências.

"Como pai de dois garotos desta idade, não posso imaginar a dor que esta família está passando", afirmou em um comunicado o xerife do condado de Sonoma, Steve Freitas.

O tiroteio de terça-feira abalou a comunidade da cidade de Santa Rosa, 80 km ao noroeste de San Francisco.

O último capítulo desta epidemia de violência armada nos Estados Unidos ocorreu um dia após um menino de 12 anos abrir fogo em uma escola de Nevada. Ele matou um professor, feriu dois estudantes e cometeu suicídio em seguida.

Tópicos: Armas, Estados Unidos, Países ricos, Mortes