São Paulo - Considerado o mais forte já registrado no Hemisfério Sul, o ciclone tropical Winston devastou cidades na ilha de Fiji, matando ao menos 5 pessoas e ferindo dezenas.

No final de sábado, o ciclone de categoria 5 trouxe ventos e chuvas violentas, que danificaram edifícios, sistemas de energia, ruas e árvores na capital, Suva.

As autoridades de Fiji ainda estão avaliando os estragos. Há relatos de aldeias inteiras arruinadas pelos ventos de mais de 320 km/h e ondas de até 12 metros de altura.

O governo do país decretou estado de emergência por 30 dias. Cerca de 900 mil pessoas moram no país insular formado por 300 arquipélagos.

Agências humanitárias alertaram que Fiji pode enfrentar uma crise de saúde, principalmente por causa da falta de energia. Vídeos publicados nas redes sociais mostram a passagem do ciclone pelo país.

Neste outro vídeo, é possível ver as linhas de transmissão de energia explodindo:

Tópicos: Desastres naturais, Ásia, Meio ambiente