Roma - O papa Francisco pediu nesta segunda-feira que a Igreja busque uma solução dentro da justiça para a questão do segundo casamento, ao referir-se aos católicos divorciados que voltaram a se casar e que não podem, por isso, ter acesso ao sacramento da comunhão.

Durante um encontro com sacerdotes da capital italiana na basílica de São João de Latrão, Francisco convidou os religiosos a acolher esses fieis católicos para que se "sintam em casa".

"Nosso dever é o de buscar outro caminho, dentro da justiça, para eles", afirmou o sumo pontífice argentino, segundo informou o jornal da diocese de Roma, "Romasette".

Durante o voo de volta do Rio de Janeiro a Roma, Francisco havia falado ante os jornalistas que o acompahavam que queria lançar uma profunda reflexão sobre essa situação tão dolorosa para os católicos.

Francisco recordou que os casais não casados também devem ser "acolhidos cordialmente" pela Igreja.

Tópicos: Casamento, Igreja Católica, Papas, Papa Francisco