Nova, perigosa e ainda sem cura

São Paulo - O mundo está em alerta contra o vírus Zika, que já foi detectado em 24 países na América, África e Oceania, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A situação mais grave é a do Brasil, onde o Ministério da Saúde estima que tenham ocorrido entre 497.593 e 1.482.701 casos em 2015, incluindo 3.893 registros de microcefalia, uma malformação no cérebro que pode ocasionar comprometimento cognitivo e motor.

Frente à gravidade da situação, a OMS está especialmente preocupada com a rápida disseminação do vírus, que classificou como "explosiva". 

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), cerca de 4 milhões de pessoas podem ser contaminadas nas Américas ainda neste ano. 

A guerra contra o Zika já começou. Veja nas imagens. 

Tópicos: América Central, América Latina, Dados de Brasil, Doenças, Epidemias, OMS, Zika