Aguarde...

Espanha | 11/03/2014 10:24

Milhões de judeus poderiam pedir nacionalidade espanhola

Judeus poderiam adquirir nacionalidade espanhola graças a origem sefardita e à modificação do Código Civil que o governo da Espanha aprovou

Daniela Brik e Elías L. Benarroch, da

Amir Cohen/Reuters

Judeus caminham em Jerusalém

Judeus caminham em Jerusalém: lista com centenas de sobrenomes de origem sefardita já colocou muitos israelenses em busca da documentação para obter nacionalidade

Jerusalém - Mais de 3,5 milhões de judeus no mundo todo, meio milhão em Israel, poderiam adquirir nacionalidade espanhola graças a origem sefardita e à modificação do Código Civil que o governo da Espanha aprovou no mês passado.

"É uma grande medida e, sem dúvida, um reconhecimento dos nossos vínculos históricos com a Espanha 500 anos depois da expulsão", disse à Agência Efe Asher Moshé, nascido em Escópia, capital da Macedônia (ex-Iugoslávia) e que imigrou para Israel com 11 anos.

Em um ladino (língua semelhante ao Espanhol, falada por comunidades judaicas originárias da península Ibérica) pobre e corroído pelos anos, Moshé titubeia ao ser perguntado se pedirá a nacionalidade espanhola, porque "já não é jovem".

"Isto não é tanto para os velhos como eu, mas para os jovens", ressaltou sobre a possibilidade que se abrirá caso o Congresso aprovar o projeto de lei.

Em fevereiro, o Conselho de Ministros do Executivo de Mariano Rajoy aprovou uma modificação do Código Civil para conceder nacionalidade espanhola a todos os sefarditas que pedirem e credenciem tal condição, que permitirá, além disso, que se mantenham em de seu país de origem.

O ministro da Justiça espanhol, Alberto Ruiz-Gallardón, destacou que, desta forma, a sociedade espanhola culmina a reparação "do que, sem dúvida, tinha sido um dos maiores erros históricos", em referência aos judeus que foram expulsos da Espanha em 1492 e que hoje estão dispersos no mundo.

Uma lista com centenas de sobrenomes de origem sefardita já colocou muitos israelenses em busca da documentação para obter a nacionalidade espanhola. Desde a semana passada, os principais veículos de comunicação locais informam e dão uma primeira assessoria jurídica aos interessados. Basta abrir a lista telefônica local para descobrir que os candidatos são incontáveis.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados