Aguarde...

Buscas | 25/03/2014 11:06

Malásia concentra busca pelo avião desaparecido no Índico

Governo indicou que efetivos marítimos e aéreos serão deslocados ao oceano Índico, onde as condições meteorológicas ainda dificultam os trabalhos de busca

Antes de desaparecer, o Boeing 777-200 interrompeu suas comunicações, mas seguiu enviando dados ao satélite Inmarsat, embora sem precisar sua localização.

"Diante dessa situação, a Inmarsat desenvolveu uma segunda técnica que considera a velocidade do aparelho em relação com o satélite", declarou Hishamudin.

Segundo os investigadores, a intensidade e a frequência da informação recebida pelo satélite situam a aeronave desaparecida na metade do Índico.

"A análise mostrou uma fraca correlação com o corredor norte, mas uma boa correlação com o corredor sul", apontou o ministro malaio.

Amanhã, uma delegação malásia chegará à China para se reunir com as famílias dos passageiros chineses que iniciaram um protesto contra a falta de informação e "provas indubitáveis" do acidente.

Em uma entrevista coletiva realizada na cidade de Sepang, o executivo-chefe da Malaysian Airlines, Ahmad Jauhari Yahya, assinalou que a delegação explicou que dará mais detalhes aos familiares dos tripulantes e, inclusive, responderão todas as perguntas que forem feitas.

O voo MH370 da companhia da Malaysian Airlines partiu de Kuala Lumpur rumo a Pequim na madrugada do último dia 8 de março e, com 239 pessoas a bordo, desapareceu dos radares civis da Malásia cerca de 40 minutos depois.

A análise dos dados de radar e satélite levou os investigadores a concluir que o avião articulou uma manobra de retorno e voou até a Península de Malaca.

Entre as 239 pessoas a bordo, 153 eram chinesas, 50 malaias (12 da tripulação), sete indonésias, seis australianas, cinco indianas, quatro francesas, três americanas, duas neozelandesas, duas ucranianas, duas canadenses, uma russa, uma holandesa, uma taiwanesa e duas iranianas que embarcaram com passaportes roubados de um italiano e de um austríaco.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados