Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, destituiu nesta segunda-feira Luis Salas, o vice-presidente econômico encarregado do Ministério da Economia Produtiva, a quem tinha designado no dia 6 de janeiro, e em seu lugar nomeou Miguel Pérez Abade, que na atualidade é ministro de Indústria e Comércio.

"O ministro Luis Salas vai passar a cumprir outras atividades nas equipes econômicas diretamente relacionadas comigo e decidi nomear o ministro de Indústria e Comércio, o companheiro Miguel Pérez Abade, como novo vice-presidente de Economia Produtiva do país", disse Maduro durante um Conselho de Ministros em Caracas.

O presidente agradeceu Luis Salas, sem oferecer maiores detalhes sobre os motivos de sua saída. "Agradeço ao companheiro que sei que fez um grande esforço enfrentando situações de caráter familiar e seguiremos ao seu lado até sua superação definitiva", acrescentou Maduro.

No dia 6 de janeiro, o chefe de Estado venezuelano designou 18 ministros, incluindo Salas, que representou então um novo rosto no governo do país sul-americano, que geralmente coloca caras conhecidas e ligadas à chamada "revolução bolivariana" no gabinete ministerial.

Quando designou Salas como ministro, Maduro disse que o sociólogo graduado na Universidade Central da Venezuela (UCV) "sabe trabalhar em equipe, estudou profundamente o fenômeno do rentismo e seu esgotamento, e os fenômenos da guerra econômica".

O empresário e ex-presidente da Federação dos Industriais Pequenos, Médios e Artesãos (Fedeindustria) Miguel Pérez Abade, por sua vez, também foi nomeado ministro de Indústria e Comércio no mesmo dia em que Salas e agora assumirá a pasta deixada pelo último.

Maduro disse hoje que Pérez Abade se ocupará de "continuar dinamizando as equipes econômicas de trabalho" no início da aplicação do "decreto de emergência econômica" lançado pelo governo no começo do ano e que, apesar de ter sido rejeitado pelo parlamento, que é controlado pela oposição, o Supremo anunciou sua validade na última sexta-feira. EFE

Tópicos: Nicolás Maduro, Políticos, Política, Venezuela, América Latina