O líder do Taleban paquistanês, Hakimullah Mehsud, foi morto em um suposto ataque de drones - veículo aéreo não tripulado - dos Estados Unidos em um vilarejo no Waziristão do Norte, noroeste do Paquistão.

Outras duas pessoas também morreram na ofensiva desta sexta-feira. As autoridades afirmam que a vila é um reduto da rede Haqqani, alvo comum das tropas da Otan estabelecidas no vizinho Afeganistão.

O ataque de mísseis é o segundo após a visita do primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, aos EUA no mês passado, onde ele pediu que os ataques aéreos cessem.

A maioria dos paquistaneses considera os ataques aéreos uma violação à soberania do país, enquanto um grupo religioso conservador protestou contra os ataques em Islamabad e Lahore.

Também nesta sexta-feira, homens armados em motos atacaram um caminhão que transportava mineiros em uma comunidade xiita hazara, no sudoeste do Paquistão, matando seis funcionários e ferindo o motorista.

Ninguém assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque, no distrito Machh, sudoeste da província de Baluchistão.

Fonte: Associated Press

Tópicos: Drones, Mortes, Talibã, Islamismo