Aguarde...

Engajada | 28/08/2012 11:03

Jaime Prades expõe obras feitas de entulho, em SP

Artista plástico apresenta série de obras inéditas feitas com pedaços de entulho recolhidos em caçambas da capital paulista, além de peças de seu acervo

Marina Maciel, do

Reprodução

Cartaz da exposição Parede S/ Parede de Jaime Prades

Entre os dias 12/09 e 06/10, o ateliê galeria Priscila Maineri, em SP, recebe a exposição “parede s/ parede”, do artista plástico Jaime Prades

São Paulo - O túnel da Avenida Paulista, a caixa d’água do Parque do Ibirapuera, a Marginal Tietê e o Beco do Batman têm muito em comum: além de terem abrigado as primeiras grandes pinturas públicas à luz do dia, também foram escolhidos pelo artista plástico Jaime Prades, um dos precursores do grafite brasileiro, para suas intervenções urbanas.

O artista espanhol nacionalizado brasileiro também já abriu seu ateliê - na Virada Sustentável do ano passado - para o público. Agora, escolheu o recém-inaugurado ateliê galeria Priscila Maineri, em São Paulo, para expor sua arte - "parede s/ parede" terá obras inéditas e peças de acervo - de 12/09 a 06/10.

São pinturas, desenhos e objetos gráficos feitos com materiais abandonados nas ruas da capital paulista. Há peças desconhecidas do público, como a série os "Brutos", feita com pedaços de entulho das caçambas de São Paulo, e outras pinturas de seu acervo, como os "Pacificadores", que representam a violência presente nas relações coletivas.

Formado em Letras pela USP - Universidade de São Paulo na década de 1980, Prades destacou-se, nessa mesma época, por seu trabalho de intervenção artística nas ruas de grandes metrópoles, como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Autodidata, integrava o grupo Tupinãodá - responsável pela criação do primeiro coletivo brasileiro de arte urbana: a primeira geração de grafiteiros.

Na década de 1980, munido de giz, tinta e spray, Prades transformava, as ruas em laboratório para suas intervenções. Diferente da linguagem do grafite de hoje, que dá importância a soluções pictóricas e detalhistas, seus trabalhos são representantes da linguagem iconográfica.

Além de artista plástico e gráfico, ele também é ilustrador, designer de objetos gráficos e atua, desde 2004, como diretor de arte responsável pela tematização e criação de repertório de personagens exclusivos para os 16 parques do Playland, do grupo Playcenter.

Parede S/ Parede
Data: 12/09 a 06/10
Horário: 2ª. a 6ª., das 14h às 19h
Local: Ateliê Galeria Priscila Maineri
Endereço: Rua Isabel de Castela, 274 - Vila Madalena - São Paulo/SP

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados