Alguns hispano-americanos e imigrantes se cansaram de serem vítimas dos ataques descabidos do empresário e possível candidato a presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, e resolveram dar o troco.

Diferente do que se pode pensar, eles não "pagaram na mesma moeda" às agressões xenófobas de republicano, mas mostraram-se infinitamente superiores a qualquer discurso de ódio na campanha criada pela Walton Isaacson.

No vídeo, homens e mulheres que representam uma classe constantemente atacada nos discursos de Trump decidem concordar com as afirmações preconceituosas direcionadas a eles e dizer: "sim, nós somos traficantes e assassinos", mas o que muda é que o que eles traficam são sorrisos e o que matam é a tristeza ou incêndios, de acordo com suas profissões de bombeiro, músicos ou babás.

A resposta é quase um "tapa na cara" de quem concorda com discursos de ódio, seja na política ou fora dela, mas de uma forma muito mais inteligente.

O filme é parte da campanha "Turn Ignorance Around", criada pela CHIRLA Action Fund, uma organização que atua na proteção dos direitos dos imigrantes na Califórnia.

A iniciativa também conta com um site que comercializa camisetas iguais as que os personagens usam no vídeo, para arrecadar fundos para a organização. 

Confira o filme da campanha:

Tópicos: Empresários, Celebridades, Donald Trump, Eleições americanas, Imigração