Haia - O governo da Holanda fechou temporariamente seus consulado em Istambul devido a "uma possível ameaça terrorista" e aconselhou os holandeses a evitarem a região, nos arredores do local que foi cena de uma ataque suicida que deixou quatro turistas mortos no último final de semana.

Um breve comunicado foi divulgado informando o fechamento do consulado, classificando-o como uma medida de precaução, mas sem detalhes sobre a natureza das supostas ameaças.

"A segurança da minha equipe e visitantes tem nossa mais alta prioridade", disse o ministro de Relações Exteriores, Bert Koenders, no comunicado.

"Nós não podemos, por razões obvias, dar mais detalhes da natureza ou das ameaças ou das informações em que se baseiam". 

Tópicos: Terrorismo, Ataques terroristas, Holanda, Europa, Países ricos, Turquia, Ásia