Uma estátua gigantesca do controverso líder comunista chinês Mao Tsé-Tung foi construída em uma zona rural do país, supostamente financiada por um grupo de empresários locais, informa a imprensa chinesa.

A estátua dourada, de 37 metros de altura, foi construída em meio a um campo na província de Henan e representa o homem que comandou a China com mão de ferro durante três décadas sentado e com as mãos cruzadas.

Segundo o site HMR.cn, a obra foi financiada por vários empresários locais e custou três milhões de yuanes (460.000 dólares).

A estátua foi concluída em dezembro, após nove meses de trabalho.

Apesar de sua responsabilidade por milhares de mortes, Mao continua sendo uma figura respeitada na China, onde o Partido Comunista controla o debate sobre a história do país.

O atual presidente, Xi Jinping, o considera uma "grande figura".

Tópicos: Ásia, China, Comunismo, Empresários