São Paulo – Desde 2008, os congestionamentos de trânsito aumentaram em 13% no âmbito global. É o que mostra o TomTom Traffic Index 2016, estudo anual sobre o trânsito no mundo que foi lançado nesta semana pela empresa de navegação.

A produção dessa edição do índice considerou dados do ano passado e avaliou a situação do trânsito em 295 cidades de 38 países e distribuídas em seis continentes. Tal avaliação leva em conta o tempo extra que motoristas levam para percorrer trajetos em relação ao que seria necessário em momentos nos quais não é registrada lentidão.

A novidade do TomTom Traffic Index 2016 é a Cidade do México (México) está na primeira posição e é a mais congestionada do mundo entre aquelas com mais de 800 mil habitantes. No caso das cidades brasileiras, aparecem entre as quinze primeiras o Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Salvador (Bahia) e Recife (Pernambuco). Todas elas obtiveram melhoras em seus desempenhos na comparação com 2015.

Veja na tabela abaixo quais são as cidades mais congestionadas: 

Colocação Cidade País Tempo extra de viagem (dia) Tempo extra de viagem (ano) Dia mais congestionado (2015)
Cidade do México México 57 min. 219 horas 4 de dezembro
Bangcoc Tailândia 61 min. 232 horas 30 de abril
Istambul Turquia 47 min. 178 horas 12 de junho
Rio de Janeiro Rio de Janeiro 43 min. 165 horas 30 de abril
Moscou Rússia 48 min. 185 horas 17 de dezembro
Bucareste Romênia 51 min. 196 horas 27 de novembro
Salvador Brasil 42 min. 160 horas 8 de junho
Recife Brasil 44 min. 169 horas 31 de julho
Chengdu China 46 min. 176 horas 30 de abril
10º Los Angeles Estados Unidos 43 min. 164 horas 13 de fevereiro
11º São Petersburgo Rússia 46 min. 175 horas 29 de dezembro
12º Tianjin China 37 min. 143 horas 22 de outubro
13º Varsóvia Polônia 42 min. 160 horas 07 de setembro
14º Pequim China 42 min. 161 horas 27 de março
15º Roma Itália 41 min. 158 horas 1 de outubro

Tópicos: Cidade do México, Cidades, Infraestrutura, Moscou, Metrópoles globais, Rio de Janeiro, Cidades brasileiras, Ásia, Tailândia, Trânsito, Mobilidade urbana, Turquia, Europa