São Paulo - O rascunho do documento base da Rio+20, apelidado de Draft Zero, passou de 20 para 178 páginas, segundo comunicado oficial da ONU - Organização das Nações Unidas, emitido nesta quarta-feira, 29/03.

A ampliação do número de páginas do documento aconteceu durante a segunda rodada de negociações do Draft Zero, que terminou ontem, em Nova York, e contou com a presença de representantes de diversos países membros da ONU.

As Nações Unidas ainda não divulgaram o conteúdo da nova versão do documento, mas afirmaram, no mesmo comunicado, que houve avanços no rascunho. Apesar disso, a Organização reconhece que "alguns países ainda manifestam preocupações quanto ao conteúdo do documento, porque julgam que elementos-chave da sustentabilidade não foram incluídos no Draft Zero".

Os acertos no documento ainda podem ser feitos nas próximas negociações do texto base, que acontecerão em Nova York, entre 23/04 e 04/05, e no Rio de Janeiro, dias antes do início da Conferência.

Lançado em 11/01 pela ONU, o Draft Zero é o esboço do documento que, espera-se, seja resultante da Rio+20. Seu texto recomenda ações para diversos desafios globais - entre eles, acesso universal à água e energia, aumento da oferta de emprego, diminuição das desigualdades e segurança alimentar.

Tópicos: Meio ambiente, Rio+20, Sustentabilidade