São Paulo – Com as mudanças climáticas em curso e o aumento de desastres naturais, a capacidade de resgatar pessoas em situação de risco e implantar abrigos de emergência de forma rápida pode significar a diferença entre a vida e a morte.

Atentos à questão, os designers Alexander Nazarenko e Stas Gotsulyak projetaram uma espécie de “bunker” móvel chamado Archelon Emergency Capsule.

Como o próprio nome sugere, a estrutura funciona como uma cápsula protetora flutuante capaz de proteger vítimas de enchentes e tsunamis. É possível abrigar até sete pessoas no interior por um período de duas semanas ou mais.

Cada módulo foi especialmente projetado para suprir as necessidades básicas de seus ocupantes: vem equipado com cintos de segurança e sanitários, uma fonte de água fresca, comida e oxigênio.

As unidades podem ainda ser unidas para formar grupos inteiros, criando zonas de refúgio. Os passageiros conseguem se comunicar com o mundo exterior através de rádio e, com ajuda de um sistema de navegação a bordo, podem escolher seu destino.

O refúgio-embarcação é autossustentável. Com dois motores elétricos e paineis fotovoltaicos no teto, ele gera a energia que precisa. Além disso, sua carcaça conta com uma tecnologia à prova de choque. No caso de uma colisão com objetos duros, esta camada especial absorve o choque, minimizando o impacto.

Tópicos: Desastres naturais, Designers, Enchentes, Tsunami, Tufões