Aguarde...

Igreja | 23/03/2012 21:41

Cuba diz que apresentará provas de planos dos EUA contra visita do Papa

Bento XVI chegará a Cuba do México na segunda-feira para uma visita que irá durar até quarta-feira

Adalberto Roque/AFP

Raúl Castro, presidente cubano

Será a primeira visita papal à ilha desde a realizada por João Paulo II em 1998

Havana - Cuba apresentará neste sábado na televisão "provas contundentes" das tentativas dos Estados Unidos e de grupos anticastristas de Miami (sudeste dos EUA) para dificultar a visita do papa Bento XVI à ilha, informou nesta sexta-feira um portal governista.

Serão "revelações, depoimentos e provas contundentes sobre os planos e provocações do governo dos EUA, a contrarrevolução em Miami e seus assalariados em Cuba para tentar dificultar a visita do Papa", disse o site governista Cubadebate.

A apresentação será feita no programa Mesa Redonda, que a televisão local transmite todos os dias às 18h30 locais (20h30 de Brasília), informou.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, afirmou nesta sexta-feira, ao inaugurar em Havana o centro de imprensa internacional para a visita do Pontífice, que os que tentarem impedir a visita do Papa "fracassarão".

Bento XVI chegará a Cuba do México na segunda-feira para uma visita que irá durar até quarta-feira, na qual realizará missas campais em Santiago de Cuba (sudeste) e Havana, e se reunirá com o presidente Raúl Castro e talvez com seu irmão Fidel, que entregou o comando em 2006 por problemas de saúde.

Será a primeira visita papal à ilha desde a realizada por João Paulo II em 1998, que marcou a retomada das relações entre o governo comunista e a Igreja Católica.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados