Cuba informou ter detectado o terceiro caso importado de vírus zika, diagnosticado num técnico que regressou recentemente da Venezuela.

O primeiro caso de contágio do zika importado foi descoberto em Cuba numa médica venezuelana e o segundo numa enfermeira cubana.

Cuba iniciou, há várias semanas, uma campanha de fumigações e higienização, que envolve a mobilização de 9 mil homens das Forças Armadas e 200 policiais, a fim de combater o mosquito Aedes aegypti, agente transmissor dos vírus zika, dengue e chikungunya.

Tópicos: Cuba, América Latina, Venezuela, Zika, Doenças