Aguarde...

Iêmen | 07/05/2012 10:38

Confronto entre integrantes da Al Qaeda e exército mata militares

O confronto foi uma reação de vingança à morte de Fahd al Qasaa, um dos principais líderes da Al Qaeda no país

Renata Giraldi, da

AFP

Tropas iemenitas patrulham ruas da cidade de Zinjibar

Al Qasaa era um dos terroristas mais procurados pelo governo dos Estados Unidos. As autoridades norte-americanas o acusam pela morte de 17 marinheiros que estavam no Iêmen

Brasília – Um confronto hoje (7) entre integrantes da rede Al Qaeda e o Exército do Iêmen, na cidade de Zinzibar, no Sul do país, matou 20 militares do Exército, segundo dados preliminares do governo iemenita. De acordo com informações obtidas pelas autoridades do Iêmen, o confronto foi uma reação de vingança à morte de Fahd al Qasaa, um dos principais líderes da Al Qaeda no país.

Qasaa morreu durante ataque de um avião norte-americano não tripulado. Os Estados Unidos colaboram com o Iêmen no combate ao chamado terrorismo na região.

Al Qasaa era um dos terroristas mais procurados pelo governo dos Estados Unidos. As autoridades norte-americanas o acusam pela morte de 17 marinheiros que estavam no Iêmen.

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados