Peshawar - Treze pessoas morreram nesta quinta-feira no noroeste do Paquistão em um atentado suicida e em um ataque com armas automáticas dos talebans locais com um grupo islamita rival.

Os combatentes do Tehreek e Taleban Pakistan (TTP, talebans paquistaneses) atacaram a casa do mulá Nabi Hanafi, chefe de uma milícia islamita antitaleban em uma zona tribal de Orakzai, perto da fronteira afegã.

Um homem-bomba jogou um carro cheio de explosivos contra o imóvel e, depois, combatentes lançaram um ataque com armas automáticas.

Além dos 13 mortos, 20 pessoas ficaram feridas, segundo uma fonte da segurança de Peshawar.

O TTP, em luta contra as forças paquistanesas desde sua criação em 2007, reivindicou o ataque.

O governo paquistanês propôs recentemente negociações com os talebans para que ponham fim aos atentados que ensanguentaram o país há seis anos.

Tópicos: Armas, Terrorismo, Ataques terroristas, Paquistão, Ásia