Michael Bloomberg ex-prefeito bilionário de Nova York, disse a seus assessores para elaborar planos para uma campanha independente para a presidência dos Estados Unidos, afirmou o New York Times neste sábado.

Bloomberg disse a amigos e associados que estaria disposto a gastar pelo menos 1 bilhão de dólares de seu próprio dinheiro em uma campanha para a eleição de 2016, disse o Times, citando fontes informadas sobre o pensamento do ex-prefeito.

Bloomberg, de 73 anos, deu a si mesmo como prazo o início de março para entrar na corrida, informou o Times, após comissionar uma pesquisa em dezembro para ver como se sairia contra Donald Trump e Hillary Clinton, os atuais republicano e democrata à frente da corrida presidencial.

Um candidato independente nunca venceu uma eleição presidencial nos EUA. Mas Bloomberg, que tem laços estreitos com Wall Street e visões sociais liberais, vê uma abertura para a sua candidatura se os republicanos candidatarem Trump ou o senador do Estado do Texas Ted Cruz e os democratas candidatarem o senador do Estado de Vermont Bernie Sanders, disse o Times.

Bloomberg atuou como prefeito de Nova York de 2002 a 2013. Ele mudou sua filiação partidária de republicano a independente em 2007.

Tópicos: Eleições americanas, Estados Unidos, Países ricos, Políticos, Michael Bloomberg