A atriz Angelina Jolie, embaixadora do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), visitou nesta quarta-feira o porto grego de Pireu, perto de Atenas, onde se encontram mais de 4.000 migrantes e refugiados.

A estrela, acompanhada por membros do organismo, chegou ao terminal 1 do Pireu, onde a agência internacional possui uma instalação desde o início da crise migratória, e conversou com vários refugiados, principalmente sírios e iraquianos.

Apesar das precauções tomadas, meia centena de jornalistas se reuniram fora da instalação do organismo internacional e vários ultrapassaram o cordão de segurança para falar com a atriz, que não fez declarações.

A alguns metros, dezenas de refugiados, dos centenas que chegam todos os dias ao Pireu procedentes das ilhas gregas - principal porta de entrada na Europa - gritavam em direção à Macedônia "Skopje, open the borders" ("Skopje, abra as fronteiras").

A Macedônia, vizinha da Grécia, fechou suas fronteiras em 7 de março, o que provocou o bloqueio no Estado grego de milhares de refugiados que desejam chegar aos países do norte da Europa.

Muitas celebridades, como o artista chinês Ai Weiwei ou a atriz americana Susan Sarandon, visitaram os campos de refugiados na Grécia nos últimos meses para se solidarizar com sua causa.

Tópicos: Angelina Jolie, Europa, Grécia, Crise grega, Piigs, Refugiados