Gaza - Um ataque aéreo israelense matou três militantes na Faixa de Gaza nesta sexta-feira, disse o grupo islâmico Hamas, após uma madrugada de confrontos que resultaram na morte de um quarto palestino e deixaram cinco soldados israelenses feridos.

Esses foram os piores confrontos entre israelenses e palestinos no enclave litorâneo desde um cessar-fogo acertado em novembro do ano passado para encerrar uma conflagração de oito dias.

Os militares israelenses disseram que suas aeronaves atacaram um túnel utilizado por militantes para realizar ataques contra Israel e acusaram o Hamas, que governa Gaza, de infringir os termos do cessar-fogo.

Uma fonte do Hamas disse que três homens da organização estavam no túnel no momento do ataque e morreram em consequência dele.

Horas antes, um militante palestino foi morto e cinco soldados israelenses ficaram feridos devido a confrontos ocorridos após as forças israelenses explodirem um outro túnel, descoberto recentemente ligando Gaza a Israel.

A fronteira Israel-Gaza tem permanecido calma ao longo do último ano após o cessar-fogo mediado pelo Egito. No entanto, na segunda-feira militantes de Gaza lançaram dois foguetes contra o sul israelense e Israel bombardeou o que disse ser dois lançadores de foguetes em Gaza. Não houve vítimas nesses incidentes.

Tópicos: Conflito árabe-israelense, Israel, Mortes, Palestina