Aguarde...

Viagem | 26/03/2012 21:30

300 peregrinos partem de Miami para ver papa em Cuba

Muitos deles saíram há décadas da ilha fugindo do regime castrista ou buscando uma vida melhor

Antoni Belchi, da

©AFP / Andreas Solaro

Papa Bento XVI abençoa fiéis

Para a maior parte dos peregrinos que partiram de Miami, a notícia da visita do papa a Cuba foi como 'se Jesus voltasse de novo à Terra'

Miami - Um total de 306 peregrinos partiu nesta segunda-feira do Aeroporto Internacional de Miami rumo a Santiago de Cuba para participar da visita do papa à ilha, de onde muitos saíram há décadas fugindo do regime castrista ou buscando uma vida melhor.

'Esta era a primeira oportunidade de poder viajar para Cuba. Há 52 anos deixei a ilha', explicou à Agência Efe Gisela Feil minutos antes de embarcar em um dos dois voos fretados pela Arquidiocese de Miami por ocasião da visita de Bento XVI, que chega nesta segunda-feira a Cuba procedente do México.

Feil reconheceu estar emocionada sobretudo por poder exercer a fé católica novamente. 'Quando saí tive que rejeitar a fé, e agora me sinto livre de poder retornar e dizer que Deus ama a todos', disse.

Para esta cubana residente nos Estados Unidos - como para a maior parte dos peregrinos que partiram de Miami-, a notícia da visita do papa a Cuba foi como 'se Jesus voltasse de novo à Terra'. 'A Igreja é minha irmandade e para mim significa muitíssimo', afirmou ela.

Outra cubana de 83 anos, Atenea Estévez, que saiu do país há 50, comentava que 'se sentia nervosa' por voltar a pisar em seu país após tanto tempo.

'Saí de Cuba no mês de novembro do ano 61. Pensava que no início do ano seguinte iria retornar, mas não foi assim. Estive esperando o retorno durante 50 anos', declarou à Efe esta exilada nascida em Jovellanos (Matanzas) pouco antes de embarcar.

Estévez está convencida de que quando chegar à ilha não poderá 'parar de chorar', porque tem familiares em Havana que há 50 anos não vê: 'Tenho primos que nem conheço, estão todos nos esperando. Vou vê-los apenas um dia, será o dia do milagre', explicou.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados