No Iraque, centenas de membros do EI foram abatidos em 3 dias

As tropas do exército frustraram um ataque do EI depois que os radicais tentaram detonar carros-bomba nos bairros de Al Intisar e Al Salam

Erbil – Centenas de combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) foram abatidos nos últimos três dias em combates contra as forças do Iraque, informou nesta sexta-feira o Comando das Operações Conjuntas na província de Ninawa, da qual Mosul é capital.

O subcomandante das Operações, general Abdelamir Yarala, disse em comunicado que o EI atacou os bairros de Al At-Ta’mi, Al Nour e Al Bikr, no leste de Mosul, com carros-bomba e terroristas suicidas nos últimos dias e uma centena de terroristas foram abatidos durante os enfrentamentos.

Além disso, as tropas do exército frustraram um ataque do EI depois que os radicais tentaram detonar carros-bomba nos bairros de Al Intisar e Al Salam, localizados também no leste de Mosul.

Pelo menos 27 combatentes morreram no ataque fracassado, segundo a nota.

Ao mesmo tempo, as forças antiterroristas recuperaram os bairros de Al Falah I e II, e içaram a bandeira nacional em seus edifícios, também localizados na metade oriental de Mosul.

O comunicado acrescentou que unidades da polícia Iraquiana mataram 22 combatentes e fizeram explodir dois carros-bomba na frente sudoeste da batalha, situado nesse flanco da cidade de Mosul.

Na frente sul, as tropas do exército mataram 25 jihadistas na região de Bouizra, depois que estes atacaram as tropas com carros-bomba conduzidos por suicidas.

No último dia 17 de outubro as tropas iraquianas e curdas lançaram uma grande ofensiva para tentar arrebatar do EI a província de Ninawa e sua capital, que foi conquistada pelos terroristas em 2014.

A aviação iraquiana apoia às forças de terra, que contam também com o respaldo das milícias xiitas Multidão Popular, desdobradas ao oeste de Mosul.