New Hampshire, primárias na terra dos pais fundadores

O pequeno estado constitui a segunda parada dos candidatos republicanos que seguem em disputa após os caucus (assembléias populares) de Iowa

Concord – A batalha pela candidatura presidencial republicana se transfere agora ao pequeno estado de New Hampshire, cujas primárias se transformaram em um de seus principais traços de identidade.

Conhecido como ‘Estado da Rocha’ por suas montanhas e a resistência de seu caráter, New Hampshire constitui a segunda parada dos aspirantes republicanos que seguem em disputa após os caucus (assembléias populares) de Iowa.

Com apenas 1,3 milhão de habitantes e no coração de Nova Inglaterra, onde se instalaram os pais fundadores no século 17, New Hampshire representa o retorno às origens dos Estados Unidos.

É notória a vinculação com a outra margem do Atlântico ao observar os inúmeros povoados batizados com o nome de localidades britânicas como Portsmouth, Manchester e Rochester.

O lema do estado ‘Live Free or Die (Vive livre ou morre, em livre tradução)’, visível em todas as placas dos carros, faz referência ao fato de ser o primeiro estado que rompeu com o Reino Unido em 1776 na busca da independência para fazer parte dos 13 primeiros estados dos EUA.

New Hampshire é um conhecido destino turístico, especialmente pelas formosas paisagens naturais e suas estações de esqui que permanecem abertas durante todo o ano, e conta ainda com 1,3 mil lagos e 64 mil quilômetros de rios, por isso que também é conhecida como ‘A mãe dos rios’.

Da mesma forma que Iowa, o perfil da população é majoritariamente branca, com 94%, enquanto negros e hispânicos não representam mais do que 1,1% e 2,8%, respectivamente.

Pela situação de fronteira com o Canadá, o estado registra o maior percentual de descendentes franceses e franco-canadenses dos EUA, com 24,8%.

A capital é Concord, com 42 mil habitantes, embora a principal cidade seja Manchester, com 110 mil habitantes, conforme os números do censo de 2010.


Entre seus filhos ilustres estão um presidente dos EUA, o democrata Franklin Pierce (1853-1857); um astronauta Alan Shepard, comandante da Apollo 14 e quinta pessoa em pisar na lua; e o conhecido escritor de best-sellers Dan Brown.

No entanto, tem em suas primárias, um dos eventos mais conhecidos e que deram ao estado fama nacional. Desde 1952, as primárias de New Hampshire são por lei as primeiras do país, depois dos caucus de Iowa.

Iowa e New Hampshire disputam a cada primária o título de estado de origem da corrida presidencial, cuja rivalidade deu lugar a uma maliciosa e popular frase cunhada em 1988 pelo ex-governador do estado, o republicano John Sununu: ‘Iowa colhe milho, New Hampshire colhe presidentes’.

No entanto, a história não dá a razão ao orgulho de Sununu. Os últimos três presidentes dos EUA (Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama) concluíram em segundo lugar as primárias do pequeno estado do nordeste do país.

Apesar de ser considerado o mais conservador dos estados da Nova Inglaterra, New Hampshire mantém um espírito aberto e desde 2010 é um dos seis estados de todo o país que certifica os casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

É, além disso, um dos estados com menor pressão fiscal dos EUA, por isso que costuma figurar na lista dos locais mais propícios para a abertura de negócios.

Ao longo do século 20 viu variar notavelmente sua fonte de receita, após o colapso de sua importante industrial têxtil na década de 60, por isso que agora baseia sua economia nas empresas de alta tecnologia e turismo.