Netanyahu diz que motorista que causou ataque é ligado ao EI

Em discurso no local do ataque, premiê israelense afirmou que o motorista foi identificado e era um defensor do Estado Islâmico

Jerusalém – O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que o motorista palestino que lançou um caminhão contra pedestres em Jerusalém tem ligações com o grupo terrorista Estado islâmico.

Em discurso no local do ataque, Netanyahu afirmou que o motorista foi identificado e, “de acordo com todos os sinais, ele era um defensor do Estado Islâmico. Definitivamente pode ser uma conexão” entre o ataque deste domingo e atentados semelhantes, que ocorreram na França e na Alemanha.

Segundo Netanyahu, Israel bloqueou o acesso ao bairro de Jabel Mukaber, onde o motorista morava e está planejando outras medidas para evitar ataques semelhantes.