Néstor Kirchner é homenageado por Cristina na Argentina

Homenagem ocorre no aniversário de quatro anos da morte do ex-mandatário, lembrado também com diversos atos pelo país

Buenos Aires – A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, homenageou nesta segunda-feira seu marido e antecessor, Néstor Kirchner, no aniversário de quatro anos da morte do ex-mandatário, lembrado também com diversos atos pelo país.

Cristina publicou no seu perfil no Facebook uma imagem do ex-presidente cumprimentando militantes durante um ato, com a simples legenda “Néstor”.

A presidente permaneceu hoje na cidade de Río Gallegos, terra natal de Kirchner e onde se conservam os restos do ex-mandatário dentro de um gigantesco mausoléu no cemitério local.

Ali, militantes do grupo juvenil kirchnerista La Cámpora criaram um enorme mural em um dos paredões do cemitério, que hoje recebeu as visitas de Cristina e seus dois filhos, Máximo e Florença.

O mural, de oito metros de altura por 55 metros de comprimento, representa Néstor Kirchner com os braços estendidos, em “um abraço eterno”, segundo explicaram os militantes de La Cámpora.

O grupo político também homenageou o ex-governante com um vídeo, onde pode se ver Máximo em recente discurso falando de seu pai, em imagens que já foram divulgadas através das redes sociais.

A La Cámpora fez, além disso, um ato de reconhecimento ao ex-presidente no Espaço Memória e Direitos Humanos, de Buenos Aires, em uma das tantas homenagens que aconteceram hoje em diversos pontos do país.

O chefe de gabinete do governo argentino, Jorge Capitanich, disse hoje em sua entrevista coletiva diária que Kirchner “foi um exemplo de convicção, militância, dedicação, esforço, patriotismo, salvaguardando os sagrados interesses da nação argentina”.

Néstor Kirchner morreu em 27 de outubro de 2010 de uma parada cardíaca em sua residência da cidade turística de El Calafate, onde estava acompanhado de sua esposa e sucessora.