Naufrágio de cargueiro no Mar Negro deixa 8 desaparecidos

De acordo com oficial do navio, a embarcação afundou rapidamente, em apenas três minutos, após a abertura de uma via de água na proa

Istambul – Equipes de resgate turcas continuam nesta quarta-feira as buscas por oito marinheiros, sete deles ucranianos e um georgiano, após o naufrágio de um cargueiro ocorrido na terça-feira em frente ao litoral turco do Mar Negro.

Na terça-feira à noite foram resgatados com vida o segundo e terceiro oficial do navio, assim como a cozinheira, todos de origem ucraniana, informaram as autoridades da província de Zonguldak à emissora ‘CNNTürk’.

Conforme o jornal ‘Hürriyet’, o navio afundou por volta das 15h20 (de Brasília) em frente a esta província, a 200 quilômetros ao leste de Istambul.

Os tripulantes resgatados na terça-feira à noite foram hospitalizados. Helicópteros militares e navios da Guarda Costeira continuam as buscas pelos demais marinheiros.

A embarcação, de bandeira cambojana, transportava ferro-velho a partir do porto russo de Rostov através do Mar Negro até Esmirna, no litoral do Egeu, informou a emissora ‘NTV’.

Pavlo Seliyanov, de 24 anos e terceiro oficial, relatou à agência semioficial turca ‘Anadolu’ que o navio afundou rapidamente, em apenas três minutos, após a abertura de uma via de água na proa.

‘A tripulação dormia em suas cabines quando o navio afundava. O capitão conseguiu avisar a tripulação para que colocasse os coletes salva-vidas. Eu consegui, mas os demais não tiveram oportunidade. Pulei ao mar, mas sobrevivi’, explicou.

A causa do acidente não foi determinada, embora as primeiras informações oficiais apontem para as más condições climatológicas.