MP argentino investigará Macri por empresas offshore

O procurador Federico Delgado pediu ao juiz Sebastián Casanello que sejam solicitadas informações à autoridade fiscal argentina (AFIP)

Um procurador federal argentino aceitou nessa quinta-feira a abertura de uma investigação sobre a participação presidente Mauricio Macri em duas sociedades offshore, uma delas revelada na investigação mundial denominada “Panama Papers”, segundo um documento judicial.

O procurador Federico Delgado pediu ao juiz Sebastián Casanello que sejam solicitadas informações à autoridade fiscal argentina (AFIP) e um parecer do órgão anticorrupção, entre outras fontes, para determinar se Macri omitiu “maliciosamente” sua declaração de bens.

Mais informações em instantes