Morre o pai da reunificação alemã, Helmut Kohl

O chanceler com o mandato mais longo na Alemanha do pós-guerra, de 1982 a 1998, Kohl foi a força motriz por trás da introdução da moeda única europeia

Berlim – O ex-chanceler alemão Helmut Kohl, o arquiteto da reunificação da Alemanha, morreu, relatou o jornal Bild nesta sexta-feira. Kohl tinha 87 anos.

O chanceler com o mandato mais longo na Alemanha do pós-guerra, de 1982 a 1998, Kohl foi a força motriz por trás da introdução da moeda única europeia, convencendo alemães céticos a abrir mão do marco alemão.

Kohl estava frágil e de cadeira de rodas desde que sofreu uma grave queda em 2008.