Morre estudante americano que foi preso na Coreia do Norte

A família afirmou que Warmbier entrou em coma em março de 2016, pouco depois de ter sido condenado a 15 anos de trabalho forçado na Coreia do Norte

Washington – O estudante norte-americano Otto Warmbier, que ficou preso na Coreia do Norte por 17 meses antes de retornar para casa em coma há menos de uma semana, morreu em um hospital de Cincinnati, informou sua família em comunicado nesta segunda-feira.

“Infelizmente, o terrível maltrato que o nosso filho recebeu das mãos dos norte-coreanos garantiu que nenhum outro resultado foi possível além da tristeza que experimentamos hoje”, disse a família em um comunicado depois da morte de Warmbier às 14h20 (horário local) no Centro Médico da Universidade de Cincinnati.

A família afirmou que Warmbier, 22, entrou em coma em março de 2016, pouco depois de ter sido condenado a 15 anos de trabalho forçado na Coreia do Norte.

Ele foi preso, segundo a mídia norte-coreana, por tentar roubar um item com um slogan de propaganda. Ele estava visitando a Coreia do Norte com um grupo turístico.

A Coreia do Norte libertou Warmbier na semana passada, dizendo que ele estava sendo libertado “por motivos humanitários”.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s