Militares israelenses matam palestino suspeito na Cisjordânia

Segundo o comunicado, o agressor, armado com uma faca, tentou atacar os soldados

As tropas israelenses na Cisjordânia ocupada mataram a tiros um palestino que os atacou com uma faca durante uma prisão.

Segundo um comunicado das autoridades militares, nenhum soldado ficou ferido no incidente ocorrido no campo de refugiados palestinos de Al Fara, a norte da cidade de Nablus.

Segundo o comunicado, o agressor, armado com uma faca, tentou atacar os soldados, que conduziam uma operação de prisão de suspeitos.

Depois, os habitantes do campo jogaram explosivos e dispararam contra os soldados.

Desde 1º de outubro de 2015 a violência nos territórios palestinos e em Israel custou a vida de 248 palestinos, 40 israelenses, dois americanos, um jordaniano, um eritreu e um sudanês, segundo cálculos da AFP.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s