Merkel promete continuar com agenda de reformas na Europa

Merkel também declarou que a Alemanha aceita o resultado do referendo na Itália sobre reformar e chamou de "decisão interna italiana"

Berlim – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeu continuar seguindo a agenda de reformas na Europa, apesar dos cidadãos italianos terem recusado as mudanças constitucionais propostas em um referendo, apoiadas pelo governo do país, o que levou o primeiro-ministro, Matteo Renzi, a renunciar ao cargo.

“Estou triste que o resultado do referendo na Itália não saiu como esperava o primeiro-ministro, porque eu sempre apoiei suas iniciativas de reforma”, disse Merkel durante uma conferência de imprensa.

“Na minha opinião, nós vamos continuar com nosso trabalho na Europa, nós estabelecemos as prioridades certas”, afirmou.

Merkel também declarou que a Alemanha aceita o resultado do que chamou de “decisão interna italiana”.