Menina detona explosivos e mata 30 pessoas na Nigéria

Uma adolescente que levava bombas pelo corpo explodiu quando se aproximou de uma mesquita

Maiduguri – Duas meninas suicidas detonaram explosivos nesta segunda-feira perto de uma mesquita que estava lotada de pessoas em Maiduguri, maior cidade do nordeste da Nigéria, matando cerca de 30 pessoas, de acordo com testemunhas.

Este é o quarto atentado suicida deste mês em Maiduguri, local onde nasceu o grupo extremista islâmico Boko Haram.

O vendedor de peixes Idi Idrisa, que trabalha ao lado no mercado de peixes Baga Road, disse que a adolescente estava com bombas pelo corpo e as detonou quando se aproximou da mesquita, que estava lotada de pessoas que faziam suas orações vespertinas durante o mês sagrado do Ramadã. Idrisa disse que muitos feridos foram levados aos hospitais.

A segunda adolescente apareceu fugindo e mais adiante os explosivos foram detonados, matando somente ela.

O grupo extremista Boko Haram possui centenas de meninas e mulheres sequestradas e um número elevado de mulheres-bomba tem levantado temores de que ele está usando os cativos em sua campanha.

Um especialista militar anti bomba disse que a maioria das bombas transportadas por meninas e mulheres têm dispositivos de detonação remota, ou seja, a transportadora não pode controlar a explosão.

O Boko Haram intensificou os ataques desde que o novo presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, anunciou que o centro de comando militar será movido da capital Abuja para Maiduguri, no Estado de Borno.