Manifestantes de Wall Street iniciam marcha para Washington

Objetivo é levar suas mensagens de protestos às comunidades rurais, ao Congresso dos Estados Unidos e à Casa Branca

Nova York – Os manifestantes de Wall Street iniciaram nesta quinta-feira uma marcha que sairá de Nova York em direção a Washington, com o objetivo de levar suas mensagens de protestos às comunidades rurais, ao Congresso dos Estados Unidos e à Casa Branca.

A passeata, batizada de Occupy The Highway (Ocupe a Estrada), partiu da praça Zuccotti, no sul de Manhattan, onde os manifestantes do Occupy Wall Street estão reunidos desde o dia 17 de setembro. Os organizadores dos protestos esperam andar trinta quilômetros por dia para chegar à capital americana em duas semanas.

Durante o trajeto, os manifestantes passarão por cidades de Nova Jersey, Pensilvânia, Delaware e Maryland, e aproveitarão para se reunir com o movimento da Filadélfia e Baltimore. No fim, irão se reunir em frente à Casa Branca no dia 23 de novembro, quando será realizada a reunião do super comitê bipartidário do Congresso,

Nessa data, os organizadores convocarão os americanos a fazer uma passeata pelas ruas de Washington. De acordo com os integrantes do movimento, um dos objetivos é acabar com as isenções fiscais aprovadas pelo governo de George W. Bush e que beneficiam as camadas mais ricas da população.

O super comitê foi criado em agosto para discutir a dívida pública americana e elaborar um plano para a redução do déficit em pelo menos US$ 1,2 trilhão.

“Queremos estar em Washington nesse dia, para lutar pelos 99% que está lutando contra o 1% que segue enriquecendo”, afirmaram os manifestantes num comunicado. Os protestos serão realizados na capital das 9h às 17h, no horário em que os bancos estiverem abertos.